15 janeiro 2013

A brincadeira entre Deus, eu e o vagalume. Jamais esquecerei!

 http://4.bp.blogspot.com/_TdlbawTZ5UU/TNLwa5f0vpI/AAAAAAAAAaQ/-7k8ppkeE1k/s1600/1191099804_vagalume.jpg
Fui dormir com o coração e a alma inquietos. Diante da minha inquietude resolvi equilibrar minha mente lendo aquilo que Deus espera e sonha para mim. Confesso que a leitura da Bíblia nesta noite ficou confusa e desconexa, não consegui achar algo que pudesse ser alívio, não encontrei a  resposta esperada.
Em momentos assim, sempre lembro do versículo chave para a minha caminhada cristã: " Quero trazer a memória aquilo que me dá esperança". Comecei a lembrar do meu relacionamento diário com Ele e cheguei a conclusão de que era o momento de declarar o meu amor. Comecei a orar e confessar o meu amor e minha gratidão ao Pai, a minha consciência da real presença Dele mesmo quando eu nao entendo os Seus caminhos. Acabei minha oração com uma certeza penetrante, eu O amo, preciso ficar mais tempo com Ele, e  que a conviccção do amor dEle por mim, me protege, me ampara e me guarda até de mim mesmo, dos meus medos e da minha insegurança.
Já estava melhor! Logo após minha tagarelice da noite com a família, fui dormi!
Com os olhos fechados foi o calor que fez o meu corpo ficar inquieto desta vez, parei em um cantinho da cama próximo a parede, o corpo  se aquietou e então em uma atitude involuntária abri os olhos e vi uma luz que piscou rapidamente.
Tinha um vagalume em meu quarto!
Tinha muito tempo que não via um vagalume e também não faço ideia como ele entrou lá e como saiu ( minutos depois ele já tinha ido embora), mas a certeza de que Deus estava se manifestando pra mim através daquela pequena criação era notória.
Não era um gesto grandioso de Deus, algo espetacular que faça uma multidão se maravilhar, mas era a expressão de quem o Deus Pai é, era apenas e tudo, era um gesto de carinho Dele comigo. E o melhor Ele me fez entender isso naquele instante!
Enquanto aquele irreverente inseto piscava sua pequena luz, o Pai falava em meu coração:" ei filha, olha eu aqui, estou piscando pra você, sou Sua luz". Quando a luz se apagava, eu perguntava sorrindo: Onde você está? E prontamente a luz piscava em outra parte do meu  quarto. Era uma brincadeira de criança, entre eu e o Criador do universo. Era o Todo Poderoso dizendo para mim que se importa, que para tudo para brincar e alegrar sua filha, como um Pai amoroso que é. Deus veio me visitar na noite de 14 de janeiro de 2013. Não me esquecerei jamais!

4 comentários:

  1. Eu tenho absoluta certeza de que ELE ouviu tuas preces!...e como naquele momento; eras como uma criança; tal era a pureza de teu coração...brincou contigo!...Feliz quem consegue ter UM AMIGUINHO ASSIM!...APLAUSOS E QUE DEUS TE ABENÇOE...MAIS UMA VEZ!...AMÉM.

    ResponderExcluir